De que habilidades você precisa para o futuro?3 min de leitura

Uma das questões mais polêmicas nos últimos anos é o futuro, ou até, o fim dos empregos. Chovem estatísticas sobre profissões que deixarão de existir nos próximos anos, aumento do desemprego em diversos países, ocupações que serão substituídas por máquinas e softwares, entre outras coisas preocupantes.

Nisso tudo, você deve se perguntar: o que precisarei para continuar trabalhando no futuro? Quais habilidades terei que aprender para não perder o emprego para um robô? Acredito que inevitavelmente a maioria ou todos os trabalhos repetitivos serão automatizados, o que me levou a duas habilidades que serão fundamentais para o futuro.

Você precisa aprender a programar

Na minha opinião e de mais uns outros, como Bill Gates, Mark Zuckerberg e Jorge Paulo Lemann, a habilidade de programar será essencial nos próximos anos. Dessa forma, você virá mais apto de entender melhor toda a revolução tecnológica que estamos passando. Isso é tão sério que muitas escolas americanas já a colocaram no seu currículo padrão e tem até pessoas que dizem que programação é o “inglês” do século XXI.

Considero a programação mais do que criar softwares, ela é uma ferramenta para melhorar o raciocínio sistêmico e o analítico ao mesmo tempo, algo raro de se encontrar. Fora isso, ela ajuda muito no dia a dia. Eu, por exemplo, de vez em quando crio algum script para fazer uma tarefa repetitiva (odeio tarefa repetitiva), como fiz para extrair métricas do Linkedin Pulse e também para montar as páginas do meu blog sobre cursos online grátis e com desconto.

É difícil programar? Eu digo que para fazer o básico não! Basta um pouco de orientação, estudo focado e muita, mas muita prática! Gastar horas com os dedinhos no teclado, principalmente resolvendo um problema que você gostaria de resolver, seja criando um controle de estoque simples para sua loja ou um game para se divertir nas horas vagas. Aprender a programar com projetinhos (“inhos” para frisar que é bom começar pequeno) que sejam relevantes, para mim é o que mais funciona.

As soft skills nos diferem dos robôs

Mais do que nunca, não podemos ser “robozinhos”, popularmente falando, e precisamos das nossas soft skills afiadas. Por que? A resposta é simples – dificilmente você vencerá a velocidade, precisão e o custo de um robô. Não fomos feitos para trabalhos repetitivos, esse é a praia deles!

O conhecimento técnico precisa ser atualizado constantemente, mas pessoas bem desenvolvidas em soft skills (empatia, comunicação, liderança, criatividade, trabalho em equipe) há 100 anos, ainda seriam agora. Mesmo com mudanças culturais e bla bla bla. O mesmo não pode se dizer sobre computação (pré-histórica há 100 anos), engenharia, medicina, entre outros conhecimentos técnicos.

Existe um jeito de desenvolver essas habilidades? Acredito que muito disso é força de vontade! Não adianta fazer cursos de inteligência emocional, liderança, comunicação, …, se isso não é importante de verdade para você. Esperar a água bater no bumbum não é muito bom! Faça cursos, leia, assista palestra, preste atenção nos seus comportamentos, mas principalmente coloque na sua cabeça e no seu coração o quanto isso é fundamental!

habilidades futuro

Fechando o assunto

Grandes empresas estão brigando para definir o nosso jeito de viver nos próximos anos e poucas coisas estão certas no momento. Muito se fala sobre o futuro, mas de tudo isso, o que eu vejo como boas coisas para você não jogar o seu tempo fora são a programação e as soft skills.

Podem parecer dicas bobas como uma preparação para o futuro, mas não são. Você verá o trabalho que terá para fazer isso direito. Mas claro, com uma recompensa na mesma medida!

Você concorda ou discorda? Acredita que faltou alguma coisa? Deixe um comentário, vamos discutir esse assunto tão importante para todos!

Robson Cristian

Profissional de marketing com os dois pés em tecnologia. Formado em Sistemas pela UDESC, é programador e marketeiro desde 2003. Atualmente, está finalizando o MBA em Finanças do INPG, trabalha em uma empresa de software e mantém um blog para simplificar o mundo dos negócios.