Entrevista com Paul Malicki da Easy Taxi

Paul Malicki - Easy Taxi

O Paul Malicki é uma daqueles pessoas dignas de serem chamadas de fora de série. Empreendedor desde muito cedo, comprou uma empresa aos 15 anos, tem uma grande experiência internacional e está fazendo um trabalho sensacional como CMO Global da Easy Taxi. Leia a entrevista abaixo e aprenda com o Paul como você pode ir sempre mais longe!

Como foi o seu início de carreira?

Comecei muito cedo, vim de uma família de pessoas muito trabalhadoras do campo e sempre trabalhei junto com ela. Aos 15 anos, surgiu a oportunidade de comprar uma empresa do governo, na transição do comunismo para o capitalismo, e entrei nessa empreitada com o meu irmão que tinha 18 anos na época. Fiquei 5 anos nesse negócio e saí, deixando para o meu irmão tocar, com o objetivo de buscar uma carreira internacional. Trabalhei e estudei em diversos países desde então, como Holanda, Suécia, Taiwan, Filipinas e Brasil, que é onde estou agora com a Easy Taxi.

Você já trabalhou em diversos países, da Polônia onde nasceu, passando por Taiwan, Suécia, Filipinas e agora está no Brasil. Quais foram os principais aprendizados dessas várias mudanças?

Autoconhecimento, acredito que esse seja o principal aprendizado. Descobrir o que você gosta e o que não gosta, reavaliar os costumes do seu próprio país e também de outros países. Essas mudanças todas foram muito agregadoras para mim. Com todo esse conhecimento e trabalho duro, é relativamente fácil chegar ao topo da carreira em uma startup. Então, nesse momento, o objetivo muda de aprender para contribuir. Qualquer empresa que eu me junte ou crie tem que ter o objetivo de causar um grande impacto na sociedade. Eu quero ter a certeza que utilizarei os meus recursos da melhor forma possível.

Quais são as suas responsabilidades como CMO Global da Easy Taxi? E como você faz para cuidar de tantos países diferentes?

Cuidar de tantos países é uma tarefa realmente difícil. É praticamente impossível fazer isso se não for por meio da cultura. Cada país tem o seu responsável pelo marketing e é por meio dele que as coisas são executadas localmente. O principal para mim é garantir que cada local esteja alinhado com a nossa cultura e objetivos globais. Além disso, sou responsável pela marca, parcerias globais e por levar campanhas bem sucedidas de um local para outro dentro da companhia.

A Easy Taxi é uma startup de crescimento agressivo. Como você faz o equilíbrio entre crescimento de usuários e o crescimento de receita?

Acredito que o primeiro objetivo é o crescimento do número de usuários e depois o lucro sustentável. É muito importante ter a visão do ciclo de vida dos usuários e entender muito bem o que isso significa para o seu negócio. No caso de um empresa global, saber segmentar os mercados de acordo com o seu nível de maturidade também ajuda.

Qual a importância do CMO Council e o que representa a sua entrada nele?

O CMO Council é uma rede global de executivos de marketing. Faço parte do conselho consultivo da América Latina e ajudo no compartilhamento de conhecimento de alto valor por aqui. Gosto desse tipo de trabalho e o considero um pouco parecido com o meu trabalho de levar a cultura do Easy Taxi para o mundo todo.

Para finalizar, qual seria o seu conselho para o Paul aos 18 anos?

É difícil responder, comecei muito cedo e nunca parei. Acredito que o principal seja aproveitar enquanto se é jovem e sem muitas responsabilidades porque depois fica mais difícil.


Adendo:

O Paul Malicki acabou de lançar o livro “The Chief Mobile Officer’s Guide to Growth”. Você pode comprá-lo pelo link abaixo:

http://amzn.to/2jWNbZE

Robson Cristian

O cara que criou esse blog! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *