Software House: O Seu Produto Não É o Seu Produto, aprenda isso!

Infográfico: 7 dicas para fazer reuniões incríveis (+ planilha calculadora)

Se eu te perguntasse o que a Bosch vende, o que você responderia?

Furadeiras, serras e lixadeiras?

E a Ferrari?

Carros?

Certeza?

EEEEEEEEEEEEEEEERRRRRR

Resposta errada!

Na realidade, a Bosch vende os furos na parede, as madeiras serradas e paredes lixadas.

A Ferrari?

O sentimento de poder.

Essa simples noção pode até parecer óbvia para você mas, pelo que eu tenho visto, muitos esqueceram e por isso estão errando feio nisso, principalmente as software houses.

Eu sou da área de software e digo: somos campeões em fazer isso!

Empresas de software adoram exaltar as características técnicas dos produtos desenvolvidos pelos seus “conversores de café em código” (a.k.a programadores).

“Utilizamos a tecnologia XPTO 8 (A MELHOR DO MUNDO!) e a metodologia ACME, desenvolvida pela ACME SOLUTIONS CORP. Você TEM que comprar nosso produto, ele é INCRÍVEL! O MELHOR do mercado! “

Sério? Usa XPTO 8?

O seu prospect não sabe nem o que isso significa!

Ele quer apenas resolver o problema dele e não fazer um curso para entender o que você está falando!

O seu produto não é o seu produto.

O seu produto é o problema do seu cliente resolvido.

Nada além disso importa!

Entender que o o seu produto não é o seu produto é apenas o começo. Em um próximo post mostrarei como encontrar o que realmente importa para o seu futuro cliente.

Gostou desse post e acredita que ele pode ser útil para outras pessoas?
Compartilhe nas mídias sociais.

Até!

Robson Cristian

O cara que criou esse blog! :)

4 Comments

  1. Top bb!
    Muito sucesso por vir!
    <3

  2. Falou bonito! Sou programador e me identifiquei totalmente com a situação do “XPTO8”! hahaha

    Não tinha parado pra pensar nisso, parabéns pelo conteúdo cara!

  3. Muito bom Robson, texto bem direto. Aguardo o próximo post!!!

  4. Muito Bom! Parabéns! O clients nunca compra o que você está vendendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *