Quem quer faz, quem não quer…

Quem quer faz, quem não quer...

Essa é uma história (ou estória) que ouvi há muitos anos do professor Marins, um antropólogo e consultor de empresas bastante famoso no Brasil. Não sei se ela realmente aconteceu, mas a lição que fica é excelente (um tapa na cara)!

Era a reunião anual de uma equipe comercial e todos estavam discutindo as metas que não foram batidas. O ano para aquela empresa tinha sido péssimo, mas os ninguém assumia a responsabilidade…

Eles começaram avaliar cada mês e as desculpas estavam na ponta da língua de todos… Parecia que vender era uma coisa impossível!

Janeiro? Ah, os clientes estão de férias! Não dá para encontrar ninguém para comprar!

Fevereiro? É o mês do Carnaval! Todos só estão pensando em escolas de samba, fantasias, desfiles e todo o dinheiro vai nisso!

Março? Material escolar! Você sabe quão caro estão os materiais escolares?

Abril? Tem a Páscoa! Vai muito dinheiro nos ovos e ninguém quer comprar nada além disso!

Maio? Dia das mães e mês das noivas. Como a nossa empresa não oferece nada relacionada, então não sobra nada para a gente…

Junho? Todo mundo só pensa em pinhão, quentão, festa junina…

Julho? Férias novamente! As crianças estão de férias na escola e os clientes saem com a família…

Agosto? Mês azarado! Ninguém faz negócio em agosto no Brasil. Getúlio se matou, Jânio renunciou, é mês de cachorro louco…

Setembro? Tem o desfile de 7 de setembro! As famílias gastam com as roupas e bandeirinhas para os filhos…

Outubro? Até que o mês é bom, mas é um mês do “meio”. Não sei o motivo, mas ninguém vende em outubro…

Novembro? Ótimo mês! Mas, a gente perde o pique por ter um feriado logo no começo! Fora que as pessoas já estão pensando nas compras de natal…

Dezembro? Óbvio, o Natal! Não temos nada para oferecer no Natal…

O professor perguntou sobre sobre a possibilidade do cliente comprar utilizando o seu 13º salário e os vendedores responderam:

Todo mundo usa o 13º para viajar nas férias de janeiro….

É como o título do post: quem quer faz, quem não quer… inventa uma desculpa!

E aí, você cria justificativas furadas para os seus resultados ruins?

Robson Cristian

O cara que criou esse blog! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *